Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Sorte da Raposa

Partilha de emoções, experiências, reflexões ❤

A Sorte da Raposa

Partilha de emoções, experiências, reflexões ❤

O Desafio

01.03.21, Dulce Ruano
A Sorte da Raposa recebeu um desafio e se há coisa que lhe dá pica é aceitar desafios para poder vivenciar e assim adquirir conhecimentos e experiências novas, por isto a sua vida não se torna um tédio, todos os dias há algo de novo mais não seja a data do dia mas não duvido de que milhentas outras coisas são novas, daremo-nos conta disto? A sugestão era escrever sobre significado de paz, no fundo todo o ser humano procura a paz mas questiono-me se será normal nos darmos conta (...)

Uma viagem de segundos

22.02.21, Dulce Ruano
Adoro viajar. Acto incutido em mim desde tenrinha pelos meus pais. Viajar desperta-me muito a curiosidade ou melhor, a minha curiosidade pelo conhecimento é que me leva a viajar e viajar de forma fisica pode ser apenas ir ali à aldeia ao lado e explorá-la, saber da sua história, imaginar o que se por ali passou em épocas remotas, sentir a vida que já se lá viveu, ouvir as crianças, os sons do corropio e a correria em geral. Viajar no estado fisico pode acontecer em qualquer parte (...)

Vai aqui uma paranoia :)

10.02.21, Dulce Ruano
  Espelho meu, espelho meu, existirá alguém mais medricas que eu? Sim, medricas sim de permanecer mais que um minuto dentro de uma sauna, um banho turco, um Hamman, sim, uma grandessíssima medricas!   Frequentar um lugar de relaxamento, desfrutar dos serviços e aproveitar ao máximo. Sempre me questionei como fazer para “aproveitar ao máximo”, expressão tantas vezes usada pelas pessoas que nos desejam o melhor. Concluí que este “máximo” quer dizer desfrutar de algo onde (...)

Coisas boas atraem outras iguais

06.02.21, Dulce Ruano
  Desde pequena que ouvia dizer pensamentos bons atraem coisas boas e quando se tem no pensamento maus agouros ou ruindades a vida lá se encarrega de dar aquilo que se pensa. Senti na pele ambas as situações e quando percebi  que era preferível sentir coisas boas ao invés das más não foi nada dificil tomar decisões, claro está que o prazer de sentir que a nossa vida pode ser mais feliz com bons pensamentos porque depois atraímos coisas boas, nada nem ninguém nos convecerá do (...)

Sentir a respiração dentro de nós

04.02.21, Dulce Ruano
Tivera conhecimento de pandemias mas jamais me passaria pela cabeça passar por uma.  Logo de inicio pressenti que era coisa séria, senti muita coisa que foi acontecendo à medida que o tempo passava, fui tendo os meus cuidados mas confesso que nunca me senti obcecada, tão pouco exigente, durante algum tempo que estive em casa devido a períodos de Lay off e dias de férias forçadas acabei por ter uns dias fantásticos, só tive pena de gastar dias de férias em casa, mas tudo bem! De (...)

O poder que temos sem sabermos

01.02.21, Dulce Ruano
Quantas vezes damos com nós próprios a pensar numa coisa e inconscientemente fazemos outra que nada tem a ver, quem nunca encontrou o suporte dos guardanapos dentro do frigorifico ou passou uma eternidade à procura dos óculos que tem no rosto. Na verdade uns mais distraídos que outros, já me disseram que tem a ver com o nível da inteligência do individuo, fiquei perplexa porque então eu não devo ser lá muito inteligente, talvez no fundo seja um bocadinho porque também me (...)

Os Anjos que vieram não sei de onde

14.01.21, Dulce Ruano
Acordei, levantei-me e fui trabalhar. Nesse dia senti uma dor numa perna que ignorei como sempre faço quando algo me dói, sei que nem sempre é assim, mas quando possível não alimento a dor, em vez de alimentar o cérebro com esse sentimento negativo desvio os pensamentos para coisas boas e as más acabam por passar, quando assim tem que ser, obviamente, pois às vezes temos coisas que de nada serve nos distrairmos e temos que cuidar de outra forma.   Ainda assim, a dor da perna foi (...)

Rebeldes indomáveis

11.01.21, Dulce Ruano
  Quando teenager, aquela fase dos namoriscos, dos amores, desamores, da beleza de teenager, pessoalmente achava-me uma desgraça, tão pouco aqui vou desabafar lamúrias porém, e de uma forma particular, sentia-me uma miserável com os jeitos ou os não jeitos do meu cabelo, rebelde até mais não aguentar, totalmente indomável, é que era um cabelo aparentemente liso mas o desgraçado tinha uns jeitos e umas manhas que me tiravam do sério e acabaram por ser um degredo na minha vida (...)

Ei-los à solta

08.01.21, Dulce Ruano
Hoje fui à cabeleireira. Cabelo liso, comprido, castanho, nunca soube o que é um pingo de tinta ou que quer que seja. Aparentemente parece uma banalidade ir à Cabeleireira mas para mim não é, para mim é um acto heróico e de coragem, já estava com as pontas ligeiramente espigadas e se por natureza já custa dominar quando as pontas precisam de ser cortadas nem consigo descrever o que já não lhe consigo fazer! Louvo a arte de trabalhar com cabelo, estes profissionais necessitam de (...)

Desejos 2021

06.01.21, Dulce Ruano
Na passagem de ano muitas são as tradições, desde a cueca azul, ao brinde, aos beijos, aos abraços, à folha de louro na carteira, uma roupa nova, entre muitas outras para além das famosas passas, porém confesso que nunca dei importância a nada em particular e tanto me faz estar numa grande festa como até já estar a dormir na passagem da meia noite, tudo isto porque em pequena descobri que no dia a seguir era um dia como outro qualquer. Já comemorei a passagem de ano em grandes (...)