Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Sorte da Raposa

Partilha de emoções, experiências, reflexões ❤

A Sorte da Raposa

Partilha de emoções, experiências, reflexões ❤

O casaco das riscas

22.06.22, Dulce Ruano
Havia largos meses que andava “dia para dia" ir ter com uma pessoa profissional no hospital para lhe entregar uma coisita relacionada com um assunto pessoal, seria cumprimentar e entregar o que levaria uns dois minutos, no entanto estava restrita a fazer isto apenas e só no meu tempo de almoço o que por si só implicaria alguma ligeireza, como não era urgente andei a engonhar e a dizer a mim mesma que logo lá ia, logo irei, talvez para próxima semana, talvez próximo mês, um dia (...)

O susto que apanhei

23.05.22, Dulce Ruano
Mesmo que não acreditemos em coisas do além, e quem acredita tem todo o meu respeito, passamos por momentos que não estão de todo nos nossos pensamentos de acontecer mas mesmo descrentes levam-nos a pensar que podemos estar perto de passar por uma experiência inédita e terrível de ter um espirito ou uma assombração sei lá eu do quê e que a todo o momento surge o Bummmm, gritamos ao mesmo tempo que saltamos ao ar, o sangue foge-nos do corpo e não sabemos mais nada! Temos (...)

No primeiro de Maio

03.05.22, Dulce Ruano
Em todos os dias da minha vida acontecem histórias, como tal, na data comemorativa do dia do trabalhador, 1 de Maio ou 1º de Maio não seria a exceção. Na minha cidade todos os anos no 1º de Maio ou no dia 1 do mês de Maio, ambas são suscetíveis de se dizerem, é realizada uma marcha e corrida de atletismo entre a vila de Aldeia de Carvalho e a cidade da Covilhã. Além de proporcionar à sociedade um dia de festa e convívio no dia comemorativo do trabalhador, a entidade (...)

Prenda de Aniversário

14.04.22, Dulce Ruano
A data do meu aniversário, além de me soar no dia mais bonito do ano, e é, tirem-se as dúvidas, 09 de Abril é agradável à vista e de um som sonoro suave, é dos dias que mais me divirto, me sinto mais eu, o dia que recebo as atenções redobradas e concentradas, recebo imensas chamadas de telefone (este ano descarreguei a bateria por duas vezes), imensas mensagens de várias formas e feitios e recebo prendas, é um dia que considero mágico de forma especial, sim, este é diferente (...)

A entrega do filho à terra

25.03.22, Dulce Ruano
  Entregar um filho à natureza, o lugar de onde veio, de onde foi gerado, dá-se a transformação, habita e regressa à origem. É o ciclo da vida! Deste ciclo ninguém está imune. A lei está bem definida e a nossa infinidade perante tamanha grandeza de realidade é, à proporção, contrária. Se dúvidas não há que da natureza vimos e para lá regressamos, o que nos causa estranheza é o tempo que duramos por vezes ser tão pouco e obstante o significado de pouco tempo ser (...)

O vicio da Mini Maratona

20.03.22, Dulce Ruano
A primeira vez que participei na mini maratona em Lisboa foi por curiosidade, no final da prova, apesar de me ter custado um bocadinho, pois não estou habituada a correr em ambiente urbano senti-me bem e gostei, diga-se de passagem que aquela adrenalina de andar por ali a correr me soube bem, eu ida do interior, a correr na capital. Agora tornou-se num mini vicio e sempre que lá vou digo sempre que a próxima vez vou-me deixar de provas minis e passarei à meia maratona, possas, uma (...)

A lata do Creme Nívea

25.02.22, Dulce Ruano
Há campanhas de marketing que funcionam tão bem ao ponto de, na década de 70 ou 80, ver as bolas azuis gigantes do creme Nívea no areal das praias, imagem que nunca esqueci e o efeito que produziu esta campanha foi tal que atualmente, uma vez que a minha pele passou a mais seca do que mista, me veio à tola aquela imagem da bola azul lá no alto para que toda a gente a visse bem, parecia a torre Eiffel das praias portuguesas. Desde há uns tempos que quase só uso a latinha de (...)

Collants sem elástico

28.01.22, Dulce Ruano
São 21:30h de sexta-feira e caso alguém mais supersticioso venha a tirar conclusões de que se trate de alguma sexta-feira 13 não é o caso. Depois do dia de trabalho, tinha em agenda uma reunião on-line via Zoom marcada para as 18h, os pontos a discutir eram de grande interesse e importância e quando saí às 17:30h para ir para casa onde já tinha o portátil preparado, o carro não pega, percebi imediatamente que estava sem bateria e não havia tempo a perder, peço boleia a um (...)

Como termina um dia

05.01.22, Dulce Ruano
Depois de uma semana de ausência fora do país, depois de ter chegado no domingo às 11h. da noite, o que é que eu preciso? Uns dias tranquilos … qual quê??!!! Segunda-feira, primeiro dia de trabalho, completamente ao relantim, mole, ensonada, enfartada, meio enjoada até, azoada, tudo normal para o primeiro dia de trabalho do novo ano …. Ao fim do dia debato-me com a ideia de que tinha de fazer jantar, já não cozinhava desde a noite de Natal! O que é que eu haveria de fazer (...)

Os desejos para 2022

31.12.21, Dulce Ruano
  Termina mais um ciclo no calendário ocidental. Dá-se inicio a outro e para este novo ano, 2022, deixo os meus desejos, sugiro que todos devam ser refletidos, colocados como objetivo e, ao longo do ano pôr em prática. A tarefa não é impossível mas exige alguma atenção.   1. Comece a passar o tempo com as pessoas certas As pessoas certas são as que você gosta, que amam e o apreciam, que o incentivam a melhorar de maneira saudável e estimulante. São aquelas pessoas que o (...)