Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Sorte da Raposa

Partilha de emoções, experiências, reflexões ❤

A Sorte da Raposa

Partilha de emoções, experiências, reflexões ❤

Sua autoridade também faz xixi

02.02.23, Dulce Ruano

policiii.jpg

Precisava de comprar uns botões o que me levou a optar por uma loja de comércio tradicional na parte velha da cidade, sendo conhecida pelas ruas aos altos e baixos e tendo em conta a dificuldade em conseguir um lugar para estacionar optei por um pequeno espaço de residentes e comerciantes mas que só dá para ficar atrás dos carros que lá estão estacionados, aquele lugar sempre funcionou assim e desde que não passe muito tempo ninguém se aborrece. A loja fica a 3 metros dali.

Quando cheguei estava a Policia de Segurança Pública a falar para uma menina com jeitos de quem estava a pedir documentos, não consegui perceber nada também não quis saber e entrei na loja dos botões.

Assim que ponho um pé no interior e digo Boa Tarde já estava o senhor da loja a dizer “Hmm é só para isto é que servem, para multar” e eu perguntei se de facto estavam mesmo a multar e ele responde “Só pode, é só o que sabem fazer”.

Achei, de certa forma aquele comentário um pouco grosseiro e não alimentei conversa, não tinham os botões que queria e saí, a policia continuava por ali. Ao lado do meu carro acabara de chegar uma carrinha grande, saía uma senhora do lado do passageiro e disse para o condutor, “ahh está aqui a menina do carro ao lado tenho de lhe dar passagem” e de repente lembrei-me que estava também a 3 metros dum supermercado e disse à senhora “ Ahh esteja à vontade afinal ainda vou ao supermercado”, a senhora diz-me “Ohhh olhe veja lá no que se mete olhe que eles andam ali e ainda a multam”, já não respondi.

A loja tem um andar na cave onde precisei de ir, prestes a sair passei pela vitrine dos queijos, pedi umas coisas enquanto isso vejo o rapaz a olhar para a escadaria com os olhos bastante esbugalhados dando a perceber algo estranho, olhei para trás, vejo um dos senhores policias de porte musculado e repleto de coisas presas ao seu fato de serviço, crachat, insígnias, divisas, pistola e algemas sentindo-se que não vinha propriamente calçado de pantufas.

Ao fazer a última escada indaga “olhe, disseram-me que a casa de banho era aqui em baixo pode-me indicar onde por favor?” e o rapaz com um ligeiro nervoso diz “Hammm olhe, é mesmo aí atrás de si”.

Poucos segundos depois mais alguém desce as escadas e diz a rir para o funcionário “Então já indicaste a casa de banho ao policia?” era o patrão do supermercado.

De seguida o policia sai e agradece, o funcionário também disse obrigado sem saber porquê.

Subo as escadas e vou para a caixa pagar, assim que pouso os produtos entra um casal sexagenário e, de sorriso malandreco, pergunta à menina da caixa “Olha lá então o que é que a policia queria daqui?” a menina responde “Ahh nada de especial só estava à rasca para fazer um xixi”.

Fiquei com a sensação de que este casal ia cuscar noticia para espalhar, foram confirmar se o policia tinha entrado para fazer alguma diligência e a melhor resposta que levaram foi a de que o policia estava com vontade de fazer xixi pois afinal é um ser como qualquer outro e que também tem as suas necessidades fisiológicas, o engraçado foi a cara de lixada do casal por acharem que iam fazer a cobertura duma grandiosa noticia.

Não cheguei a perceber o que estavam a fazer mas senti que estavam a realizar o seu trabalho, saí da loja, entrei para o carro e o policia do xixi ainda me auxiliou na manobra apesar de não ser preciso mas está-lhes no sangue.

Nota: Imagem Pinterest br.freepik.com